Mais um retalho foi encontrado na caixa “mágica”!

Recontar uma história apresenta a característica diferenciada de estar distante das emoções do momento vivido, ou seja, agora falando sobre tudo isso, não estou na posição de protagonista e sim de narrador.
Isso me ajudou a perceber o quanto somos capazes de crescer e amadurecer nas ocasiões em que somos convidados a testemunhar força, coragem e fé.

Mais um retalho foi encontrado na caixa “mágica”!

Para retornar a faculdade e, posteriormente, me estabelecer profissionalmente, tive que modificar a nossa rotina, da casa, do marido e dos filhos, mudança de horários, mudança de colégio e tantas outras que agora não me recordo, só sei que foram importantes para todos nós.
Viver novas experiências e emoções, por vezes, custa caro. Você já viveu isso?  Pois é!
Então…  a “cada bônus, seu ônus”…
Ainda dói quando me lembro: a carinha das crianças na escola nova, a inquietação da minha filha com os amigos novos, tão diferentes dos outros. A escola, agora, era pública, oposta a particular da qual havia deixado a apenas… nenhum dia… terminou um dia no “céu” e iniciou o outro no “inferno”.
Não foi fácil, mas repetia incansavelmente, pra mim mesma,  que valeria a pena.
Hoje, recontando isso para vocês, sei que valeu sim, mas não posso afirmar o quanto.
Sacrificar a vidinha deles para que tivesse uma profissão foi criticado por todos, sem exceção.
Mas me mantive firme e determinada nessa escolha.
Ter um emprego depois de tantos anos me encantava e foi ponto forte para a minha recuperação de uma depressão infindável, afinal meus filhos não precisavam mais de “mãe” em período integral.
E foi assim que a minha saga começou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>