O tempo passou, nós crescemos, nos tornamos adultos e desistimos.

Tenho um sentimento profundo… a SAUDADES…

Certo dia acordei, levantei e me olhei no espelho.
O que foi que eu vi?!
Não me reconheci.
Fiquei a procurar aquela criatura que estava acostumada a ver todas as manhãs e que agora me parecia totalmente desconhecida.
Tenho um sentimento profundo em meu poder: a SAUDADES!
Saudades…
Saudades do que passou, do que vivemos, com quem convivemos, com quem tanto aprendemos!
Saudades…
Dos pequenos gestos, atitudes e comportamentos simples dos quais nos afastamos.
Dos olhos brilhando, do sorriso aberto, do riso farto em momentos de descontração!
Houve uma época em que queríamos ser o invencível super-herói ou a mocinha da novela, o aviador, bombeiro, enfermeira, professora…
Lembranças de tempos que não voltam mais, tempos vividos com intensidade, tão bem vividos!
Nesse tempo tínhamos a certeza de conseguir, ríamos de nós mesmos e acreditávamos na mágica da vida.
O tempo passou e nós crescemos, nos tornamos adultos e desistimos.
A vida se tornou complicada, estressante, tudo nos parece difícil, distante, como se não tivéssemos mais o direito a sonhos e conquistas.
A criança perdeu seu lugar e se encolheu, escondeu-se, adormeceu…
Talvez tenha chegado a hora de acordá-la para trilhar a estrada de reencontro com a alegria, o sorriso, a felicidade!
Chorar, rir, abraçar, beijar, adormecer e acordar… Viver, sentir…

A luz do sol ilumina de maneira especial o ambiente e a minha alma, tenho em mãos a minha querida caixa de retalhos, por sorte ela ainda está aqui…
Ah! a mágica misteriosa da vida!

 Unindo os pequenos retalhos, um a um, chegaremos a coloridos e harmoniosos sonhos, esperanças renovadas de “mudar o final da história, já que não podemos alterar o início”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>