Saudade sim, tristeza não…

Algum tempo atrás aprendi esta máxima.

Naquele momento não fez diferença alguma, porém hoje, recordando as palavras do Padre Marcelo Rossi, tudo se encaixa…

Há um ano não desfruto da presença física da pessoa mais íntegra e sábia que conheci: meu pai!

Tudo que me recordo é bom, suas palavras sempre tinham um ensinamento, as histórias recheadas de personagens reais ou lendários demonstravam uma memória admirável!

Seu conhecimento sobre tudo que o cercava sempre me deixava boquiaberta, sua visão de mundo era “além fronteiras”.

Gostava da casa cheia, da mesa farta, da família toda reunida.
Não se importava com o barulho, muito menos com a bagunça, sempre que possível, ele nos queria perto!
Aguardava com alegria nossos encontros, pois sabia que a alegria era presença constante!

Um pai presente, amigo, ativo, inventivo, criativo e amoroso.
Criatura que Deus me permitiu conviver por anos abençoados, compartilhados e que somados as experiência, vivências, conquistas e realizações vem deixando muita saudade…

Uma pessoa alegre, sorridente, inteligente, determinada, firme e apaixonada pela vida, no seu viver não cabia a tristeza…

Embora o tempo passe com uma velocidade incontrolável, sua “imagem” ficará marcada de maneira especial no meu coração, acredito que para sempre!

Aqui, eu deixo a minha mais sincera homenagem.
Eu sei que ela é pequenina diante da sua grandeza.
Simplória, perto do tudo que me ensinou.
Mas profundamente afetuosa!

Hoje, um ano após a sua partida eu compreendo a lição:
Você merece muita saudade, sim!
Mas, tristeza, não!
Não se pode sentir tristeza diante de uma criatura que só foi alegria!
E termino acrescentando: “Só deixa saudade quem foi amor!”
E você, pai querido, sempre foi e sempre será amor!

“Saudade sim, tristeza não…”

Uma ideia sobre “Saudade sim, tristeza não…

  1. Bem, minha Querida Elisete. Que bom que a encontrei. Amei a mensagem, amei a homenagem, amei as palavras, amei tudo. Adoro tudo que lembre amor, saudade, carinho, lembranças. Adoro tudo que me faça sentir mais perto das pessoas, usando as vezes palavras, mas de preferência agindo, praticando e foi por isso que a conheci e tenho certeza que foi por isso que
    Deus me deu este presente. Você, pois como diz, creio que Chico Xavier. Amigos não se conhecem, se reconhecem……beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>