A ORDEM DA DESORDEM

Quantas coisas nos acontecem ao mesmo tempo…

Rimos e choramos.
Somos fracos, mas também somos fortes!
Escondemos e ao mesmo tempo escancaramos.
Algumas vezes somos contidos e discretos.
Noutras exageramos.
Demonstramos sem pudor o que nos faz cativar!
Estamos presente, mas, ao mesmo tempo, podemos estar ausente.
Deixamos acontecer, ao mesmo tempo, queremos controlar…
Aqueles sentimentos que nos fazem emocionar!

Sem sucesso tentamos a vida segurar!
Mas logo percebemos que não é possível impedir o dia de chegar.
O relógio de marcar.
Nem a noite acabar!

Vencidos pela força do acontecer…
Permitimos a lua brilhar!
O vento soprar, o sol brilhar, o mar acalentar…
A vida levar!

Então…
Deixamos acontecer.
Deixamos o amor aproximar, entrelaçar, fortalecer.
O coração aconchegar.
Simplesmente… AMAR!!!

Deixemos então… acontecer…

Simples assim!

Uma ideia sobre “A ORDEM DA DESORDEM

  1. Querida Elisete, estou gostando muito de ler estas coisas tão lindas que só mesmo uma alma linda pode pensar, escrever e se colocar tão bem.
    Bem dizia Fernando Pessoa: Tudo vale a pena se a alma não é pequena. beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>