TEMOS ENTÃO… RETALHOS!

Ao abrir nossa “caixa de retalhos” que surpresa, tantas cores, tamanhos  e formas…

Depois de aberta não há como fechá-la novamente.
As lembranças vão fluindo numa corrente de alegrias e tristezas.
Tantas coisas para contar…
Para relembrar, refletir, imaginar, sonhar,  enfim…

 

São pequenas partes de um grande todo, como grãos de areia que pertencem a praia imensa.

O projeto que nasceu naquele momento de alegria, diante de pedacinhos coloridos de lembranças de afeto, cresceu e se fortaleceu no nosso coração!

Vivemos e não podemos negar, sentimos e não podemos apagar, mas podemos dar novo significado e novas direções em busca da alegria e da felicidade, sempre buscando a gratidão de viver intensamente nossos sonhos e realizações!
Interligados ao amor da criança interior!

Muita filosofia?   Talvez…

Mas uma coisa não podemos negar,  posso abrir minha “caixa”, repleta de cores, formas e tamanhos e deixar fluir o que de melhor existe:
meus retalhos coloridos!


Ou não?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>