Busque em sua “caixa de retalhos” um “retalho” divertido e sorria!

O carnaval foi chamado de Entrudo por influência dos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias, mela-mela de farinha, água com limão, no ano de 1723, surgindo depois as batalhas de confetes e serpentinas. 

 

Recebemos forte influência dos rituais festivos e religiosos trazidos da África, legando para as gerações seguintes o costume de se fantasiar no carnaval. Os cordões possuíam música própria, desfilavam com estandarte e eram comandados pelo apito de um mestre.

Daí a importância que tiveram para a formação das futuras escolas de samba.

Com a chegada da transmissão em cores, no início dos anos 70, o carnaval passou a ser encarado como um espetáculo.
O samba-enredo pediu e ganhou passagem e vem, ao lado das marchinhas que ainda resistem nos blocos, assegurando a nossa tradição carnavalesca.

…………………………………………………………………………………………………………..

Após muitas horas de uma viagem desconfortável, estava exausta, um pouco assustada, porém imensamente curiosa.

Fomos recebidas pelos tios de minha amiga de forma hospitaleira e tivemos uma estadia agradável e inesquecível!

A casa era simples e ampla, quartos grandes individuais e uma sala com iluminação natural com móveis antigos e bem conservados, lembrava essas casas de fazenda em que vemos na TV, para mim parecia um sonho, um sonho de adolescente!

 

Visitamos e recebemos inúmeras visitas.
Cada parente, amigo ou conhecido que ficava sabendo de nossa presença aparecia por lá!  Outra experiência nova…
Assim foi por alguns dias até que, finalmente, chegou a tão esperada festa.

Aí começa outra história, não sei se comédia ou tragédia… kkkk.
Espere pra ver!  Você decide!

O salão, único da cidade, ficava no centro, na pracinha, próximo a igreja, cenário típico das cidades pequenas do interior, me lembrava, mais uma vez, de um filme ou novela…
Estavam programados 3 matinês e 4 noites de folia.
Não perdemos nenhum!

Quando me recordo disso, nem acredito que consegui essa proeza!
Bons tempos em que as pernas aguentavam e o corpo reagia favoravelmente…kkk.
Hoje não faria… com certeza não!

Por esse motivo tenho esse “retalho” especialmente guardado.

Foi… digamos… surreal…
Era um salão pequeno para muitas pessoas, móveis, como cadeiras e mesas, bastante antigos, mas isso não importava, o “povaréu” se divertia a valer!
No palco, também pequeno e estreito, uma banda de lá mesmo, tocava marchinhas e algumas outras músicas carnavalescas, como o frevo, por exemplo.

Ia tudo muito bem até que de repente, ouviu-se um barulhão… A música parou e todos correram para ver o que acontecera… Por incrível que pareça, um buraco se abriu no meio do palco… as tábuas cederam, com o peso dos músicos e a vibração o chão cedeu e formou um imenso buraco… Felizmente ninguém se feriu e nada atrapalhou a festa, que ficou parada por apenas alguns minutos!
Alguns rapazes entre uma seleção de músicas e outra, colocou alguns calços e tudo seguiu normalmente.

Foi mesmo inusitado!
Porém esses acontecimentos é que fizeram deste carnaval inesquecível, pessoas simples, alegres e que não se deixaram abater por um probleminha qualquer!

Hoje quando me recordo da cena, é impossível conter o riso, imaginem no momento… foi sensacional! Gargalhadas por muito tempo! Bons tempos não?! A gente é feliz e não se dá conta. Pequenos acontecimentos divertidos que fazem de nossa vida uma experiência impar.

 

Tenho refletido:
- Qual será o motivo que nos leva a esquecer disso e dar tanta importância e peso a determinados acontecimentos?! Tornando nosso caminho tão enfadonho e triste?!

A vida está aí para ser vivida, não importa como passamos por ela, ela é soberana e segue seu curso… O que nos acontece hoje, será história amanhã. Para que mágoas e tristezas?!

Hoje é carnaval!!!

 

É proibido estar triste, sorria, a vida é breve e nossa passagem por ela é importante e marcante demais para desperdiçarmos tempo com coisinhas pequenas e sem valor!

Reflita e faça sua escolha.

 

 

Busque em sua “caixa de retalhos” um “retalho” divertido e sorria, divirta-se com suas lembranças, afinal você viveu isso; é muito bom lembrar o quanto foi divertido e resignifique esse momento, ou seja, descubra a força da ALEGRIA e dê outro rumo na sua história!!!

AMO CARNAVAL!!!

 

 

………………………………………………………………………………………………………………………………..

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>