VOCÊ VEM TENTANDO MUDAR E AINDA NÃO CHEGOU LÁ?

Oieee!

Já dizia alguém por aí:

Dificuldade, todos nós passamos, o que nos difere uns dos outros é a maneira “como” passamos por elas, “como” as enfrentamos!

Você vem tentando mudar e ainda não chegou lá?

É chegada a hora de procurar o caminho certo… 

 

Não chegamos aonde queríamos, não mudamos o tanto que gostaríamos. Não adquirimos o que tanto desejávamos… Não chegamos lá…
E a gente se esforçou tanto pra isso!

 

Não quero defender ou atacar a vida, ou o destino, a fatalidade, o acaso.
Não!
O que pretendo é uma reflexão sobre as conseqüências daquilo que não deu certo!
Não sou piegas!
Quando nos parece que deu tudo errado, deu mesmo!
Fica a frustração, a decepção, o sonho desfeito, a falta de confiança, muitas vezes a culpa ou tudo isso junto!

E depois chega a raiva!

Podemos chorar, descabelar, xingar, brigar, intimidar… Podemos!
Mas, digo com certeza, não vai resolver muita coisa não!
Tirando o fato de descarregar a emoção contida, nada disso vai nos ajudar!
 

 

 

O que nos resta é acalmar, respirar fundo e seguir adiante!

De início, negamos que tudo aquilo está verdadeiramente acontecendo, após “esfriar a cabeça”, deixar a “poeira abaixar”, “fechar a boca”, o que nos resta é parar de reclamar e aceitar.

Na maioria das vezes temos a sensação que ficamos devendo uma atitude mais centrada, mais focada.
Mas não é saudável sermos tão exigentes!
A nossa visão se tornará mais clara quando olharmos para dentro de nós mesmos.

Quem olha para fora sonha.
Quem olha para dentro descobre!

 

 

Quantas vezes fomos empreendedores, corajosos, decididos, lutadores. E em quantas outras nos vemos recolhidos, assustados, culpados, tristonhos, desamparados.
Assim sou eu, assim é você, somos humanos e falhos, um ser em formação.
Não cabe nos compararmos a ninguém, somos únicos, e dessa forma é que seria saudável nos analisarmos e nos aceitarmos!

Cabe a nós percebermos o aprender e apreender.

O incidente que me levou a tal reflexão foi frustrante e traumatizante.
Foram horas de angústia e expectativas.
Posso dizer que o meu aprendizado foi compreender a vida como ela é!

Não temos onipotência, a vida segue seu curso e nos reserva surpresas em cada etapa, suas curvas nos conduzem ao encontro de nossos reais objetivos.
Sabe aquele velho ditado, Deus sabe o que faz!
É isso aí!
Cada coisa está aonde deveria estar!
Estamos aonde deveríamos estar!

E então a gente se pergunta: “Eu mereço?!”
Respondo: “Não! Não! Você não merece!”

O que está acontecendo com você é que, provavelmente, está diante de novas ideias, outras oportunidades de crescimento, renovação, estruturação ou simplesmente autoconhecimento, o que você pode fazer e o que não precisa ser feito! É mesmo importante?!  É necessário?!
Creio que essas situações nos revelam oportunidades especiais de transformações e novas maneiras de percebermos o dinamismo da nossa vida!

O que estamos propondo é levar você a observar novos ângulos e analisar o que, em princípio, gerou frustração e raiva!


Vivemos e não podemos negar, sentimos e não podemos apagar, mas podemos dar novo significado e nova direção, encontrar o caminho certo, em busca da alegria sem culpas ou ressentimentos!

 

 

 

Como acredito muito na sua dedicação e perseverança, eu proponho que voltemos a nos encontrar em breve e desse modo estreitarmos nosso vínculo de confiança, amizade e poder!
Compartilhe, comente marcando seus amigos, vamos promover uma onda de generosidade e auxiliar pessoas a mudar suas vidas para melhor!
Existem muitas pessoas esperando um gesto de amizade para mudar seu caminhar, encontrar uma nova trilha em direção a mudança de sua vida, seja você esse indicador!

Reflita e faça a sua escolha!
O triunfo pode estar na próxima tentativa!


Deixe fluir o que de melhor existe!

Tome o poder pra si, seja dono de sua vida, assuma o comando e perceba a perfeição da vida agindo.


A alegria é marca constante daqueles que acreditam e têm fé na vida!


………………………………………………………………………………………………………………..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>