Meu trabalho é semear!

 

Já de algum tempo tenho percebido que as pessoas perderam o hábito da leitura, as facilidades de imagens prontas nos chegam rapidamente a mente, não precisamos mais imaginar, pensar, refletir ou sonhar.
Está tudo ali, basta indicar um comando e pronto!

 

Meus colaboradores vêm insistindo para que eu deixe os textos e faça uso  de vídeos, reconheço que minha forma de comunicação está se tornando arcaica, mas ainda acredito muito nela, apesar de sentir que o número de interessados cai vertiginosamente a cada postagem.

Sei também que é chato ficar lendo textos longos nos quais temos que nos esforçarmos para compreender o que o autor quis dizer ou comunicar, sei disso!
As pessoas não tem mais paciência para a leitura. É uma pena, mas é fato!

 

 

 

 

 


Mas ainda assim acredito nessa antiga forma de chegar até meus queridos amigos.

Não sou famosa, não tenho milhares de likes, não tenho seguidores, não sei se uso bem as regras da língua portuguesa, mas eu me esforço, procuro respeitar a cada um levando, com a união das letras, palavras, frases e parágrafos inteiros, mensagens de força, equilíbrio, emoção, sentimentos nobres, abrindo espaço para a reflexão, que é o maior objetivo desse humilde e agora ultrapassado trabalho.

 

Talvez venha a me dedicar à nova tecnologia e amplie este objetivo, tornando-o mais digestivo, mais líquido, mais simples, mais enlatado, quem sabe…

 

Por hora, fico com meus amados textos de mensagens fora de moda e em desuso, não importa, amo o que faço e não estou preocupada com o que pensam sobre ser assim.

 

 

Sempre me lembro da parábola do “semeador”, na qual Jesus contava que um homem saiu a semear…

O semeador saiu a semear. Quando semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho, e vieram as aves e comeram-na. Outra parte caiu nos lugares pedregosos, onde não havia muita terra; logo nasceu, porque a terra não era profunda e tendo saído o sol, queimou-se; e porque não tinha raiz, secou-se. Outra caiu entre os espinhos, e os espinhos cresceram e a sufocaram.

Outra caiu na boa terra e dava fruto, havendo grãos que rendiam cem, outros sessenta, outros trinta por um. Quem tem ouvidos, ouça.» (Mateus 13:1-9)

(A Parábola do Semeador é uma das parábolas de Jesus encontradas nos três evangelhos sinópticos (Mateus 13:1-9Marcos 4:3-9 e Lucas 8:4-8) e no apócrifo Evangelho de Tomé )

Meu trabalho é semear, se uma só semente cair em terreno fértil e der frutos, fazendo alguém mais feliz, levando esperança e otimismo a outro, provocar lembranças boas de um tempo distante, aproximar pessoas ou qualquer outro benefício, já terá sido válido!
Uma só semente é capaz de produzir inúmeras outras e é assim que o mundo gira e produz, a vida ensina e alguns, Deus  capacitou para promover o bom, o bem, o melhor de nós: o AMOR!     E assim é!

Estou feliz em escrever…
Se você estiver disposto a ler eu agradeço, se não, desculpe, essa é minha paixão, essa sou EU e esse é meu trabalho…
E meu trabalho é SEMEAR!

3 ideias sobre “Meu trabalho é semear!

  1. Oi amiga .
    Espero que continue escrevendo pois gosto muito de ler os seus textos.
    Eu sempre gostei de ler.
    Vou continuar lendo e sei que tem mais pessoas que pensam como eu.
    Obrigada por realizar este trabalho com tanto carinho ,amor e dedicação.
    Um abraço .

    • Olá querida! Muito agradecida pela carinho de sempre! Certamente continuarei escrevendo pois é a minha paixão, mas teremos de mudar o endereço.
      Assim que tiver novidades eu lhe aviso!
      Beijo no seu coração!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>